A NOX ANGOLA está a recrutar um Técnico de Subvenções para o NAMIBE


Técnico de Subvenções para o NAMIBE

O Programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola (FRESAN) tem por objectivo contribuir para a redução da fome, pobreza e vulnerabilidade à insegurança alimentar e nutricional, através do fortalecimento sustentável da agricultura familiar, nas províncias do sul de Angola mais afectadas pelas alterações climáticas, a saber, Cunene, Huíla e Namibe.
O projecto é financiado pela União Europeia e gerido co-financiado parcialmente pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

A NOX ANGOLA está a recrutar para este projecto um Técnico de Subvenções para o NAMIBE, com o seguinte perfil:

Tarefas:

  • Realizar visitas aos locais de implementação dos projectos das OSCs subvencionadas pelo FRESAN, assegurando que o sistema de monitorização é implementado, contribuindo também para a planificação do mesmo e no desenho e implementação das ferramentas criadas para tal.
  • Preparar e dinamizar os encontros Provinciais e Regionais e a organização dos encontros temáticos.
  • Contribuir para o cumprimento e monitorização das metas definidas nos indicadores do projecto, de acordo com o sistema de Monitoria e Avaliação com base em Resultados através da recolha de dados junto das OSCs.
  •  Promover uma coordenação activa entre as OSCs e os parceiros institucionais do projecto, de modo a assegurar uma continuidade e transferência de saber entre as diferentes actividades e que as mesmas concorram para o alcance dos resultados previstos no quadro do FRESAN.
  •  Elaborar relatórios narrativos e financeiros, semestralmente.
  •  Assegurar que a documentação de suporte da implementação do programa é entregue ao/à Coordenador/a das Subvenções em perfeitas condições de organização.Requisitos:

 

  • Formação académica superior, preferencialmente nas áreas de agricultura, nutrição, água ou áreas afins;
  •  Competências em planeamento estratégico e gestão de ciclo de projecto (concessão, execução, acompanhamento e avaliação de projectos);
  •  Fluência em língua portuguesa (falada e escrita).
  •  Domínio de uma ou mais línguas locais faladas nas três Províncias do FRESAN (Cunene, Huíla e Namibe) será uma mais valia.
  •  Experiência em projectos de desenvolvimento comunitário preferencialmente numa das seguintes áreas: segurança alimentar e nutricional, agricultura familiar, desenvolvimento local sustentável, associativismo e cooperativas agrícolas, gestão de solos e água em meios em zonas áridas, género, antropologia ou sociologia rural;
  • Domínio dos procedimentos de subvenções da UE (preferencial);
  • Experiência em processos de atribuição de subvenções para OSCs (preferencial);
  •  Experiência em reforço da resiliência dos meios de vida de populações rurais vulneráveis (preferencial);
  • Experiência em monitorização de projectos de desenvolvimento;
  • Boa capacidade de análise de problemas e de formulação de estratégias;Os interessados deverão enviar o CV actualizado para projecto.ef@noxangola.com indicando a refª TEC-SUBVENÇÕES – NAMIBE

Veja Também